Dúvidas

Veja abaixo as principais dúvidas e questionamentos do processo de tratamento de resíduos utilizando o equipamento Vorax UTR Duo Therm. Para os casos que não foram abordados, por favor, entre em contato conosco.

A máquina está apta para o tratamento de todos os tipos de resíduos, desde que testados e ajustados conforme a necessidade e o comportamento do resíduo, com atenção especial para os resíduos 100% líquidos, que deverão ser tratados em outro reator mais adequado para o tratamento de líquidos.

Como praticamente não há a presença de ar atmosférico no processo, não há formação de moléculas cancerígenas como as dioxinas e furanos que necessitam do oxigênio para se formarem. Ademais, os gases a serem tratados, proporcionalmente em pequena quantidade, sofrem um processo de tratamento que impede a síntese de moléculas nocivas, como as dioxinas e furanos. Quanto à formação de cinzas, ela é evitada devido a altos níveis de temperatura nos quais o processo trabalha. Portanto, não há subproduto tóxico, como ocorre na incineração. Há, sim, a transformação de residuais particulados (tipo cinza) em matrizes férreas e cerâmicas, não sendo necessárias outras metodologias de descartes.

O processo é de destilação seca do lixo, com ausência de ar, sem combustão dos resíduos, o que propicia extrema redução de gases exaustos quando comparados a processos convencionais.

Os dados sobre emissão de gases só serão emitidos após os testes com cada tipo de resíduo, onde cada cliente receberá um laudo constatando que todo o processo se enquadra dentro das normas e leis vigentes.

A princípio, a redução em massa do lixo orgânico, nesse processo, é da ordem de 10:1 e, em volume, de 100:1 a 200:1, de acordo com a categoria do lixo processado. Porém podemos constatar de fato a eficiência da máquina com cada tipo de resíduo após os testes preliminares, quando serão sanadas todas as dúvidas mediante ajustes para aumento de eficiência.

Sim. Utilizar um reator adequado a cada tipo de resíduo, tratando, individualmente, sólidos e líquidos, é a forma mais adequada, segura e eficiente de se trabalhar. Para quantidades de líquidos inferiores a 10% do volume total do tratamento, é possível a realização de um blend entre sólidos e líquidos, não sendo necessário outro reator.

Depois do start da máquina, de 4 a 5 minutos, há o início do processo. O derramamento de subproduto ocorre entre 15 e 20 minutos, aparecendo no local de descarte. Para a máquina de 2 ton/dia, a capacidade é de 100kg/h. Para máquina de 4 ton/dia, a capacidade é de 200kg/h e para a máquina de 10 ton/dia, a capacidade é de 500kg/h

Os resíduos hospitalares deverão ser armazenados conforme ANVISA RDC nº 306, de 2004, e ABNT NBR nº 13.853.

De 15 a 20 anos, com prolongamento do prazo de acordo com as manutenções preventivas, efetuando a troca dos acessórios necessários.

- Consumo de energia para máquina de 2 ton: 40kW h ou 960kW dia. 

- Tempo de start: 4 a 5 minutos.

- Derretimento das primeiras amostras de resíduos: 15 a 20 minutos.

- Tempo de parada: No ato do desligamento, se em modo manual. No modo automático, a máquina encerra o processo após o esgotamento dos resíduos.

A UTR Vorax, neste momento, não faz cogeração de energia, mas esta é uma possibilidade bastante atraente e já em estudo, considerando-se a capacidade da máquina a partir de 20 ton/dia.

A máquina não funciona em 110V. É necessária apenas uma tomada trifásica industrial 380V de alta tensão.

Não pode ser processado, em hipótese alguma:

• Líquidos (100%);
• Material explosivo;
• Areia pura;
• Metais com ponto de fusão acima de 1600°.

A máquina encontra-se em processo final de licenciamento junto à CETESB.

A matriz obtida do resultado do processamento possui as mesmas características da brita, ou seja, matriz inerte. O transporte poderá ser realizado por caminhões da própria empresa ou, caso o volume seja menor, pequenos utilitários poderão auxiliar no processo logístico. O armazenamento se dará de acordo com a necessidade, porém a matriz poderá ser mantida em caixas, tambores, sacos.

O valor para o processamento dos resíduos é o custo de um operador para a máquina somado ao custo da energia elétrica consumida por ela, sendo 220 kW/h ou 5280 kW/dia para máquina de 10 ton/dia e 40 kW/h ou 960 kW/dia para máquina de 2 ton/dia.

O material resultante poderá ser utilizado como matéria prima para a produção de outros bens. Caso seja obtida uma matriz férrea, o material poderá ser comercializado para indústrias do metal. Caso seja obtida uma matriz cerâmica, com as mesmas propriedades da brita, a matriz poderá ser comercializada para empresas do ramo da construção civil como, por exemplo, para carga de asfalto, blocos de construção, bloquetes, cobertura de pistas, calçadas, estradas

A máquina de 2 toneladas é uma peça única, sendo transportada toda de uma só vez. Máquinas maiores também são transportadas de uma única vez e montadas em módulos por questões de segurança e logística.

Não é necessária triagem desde que os resíduos se enquadrem dentre os resíduos permitidos e embalados ou recebidos de acordo com os tamanhos máximos aceitáveis do alimentador.

É importante salientar que a Vorax® Duo Therm é a mais moderna e revolucionária máquina destinada ao tratamento de resíduos sólidos já concebida e construída no mundo, oferecendo inúmeras vantagens não disponíveis em qualquer outro processo, tais como:

• Alto rendimento energético;
• Isenta de produção de cinzas, dioxinas e furanos;
• Parcela inorgânica totalmente inerte;
• Partida rápida do processo;
• Alta taxa de redução em massa e volume;
• Facilidade de transporte, instalação e manuseio;
• Baixo consumo de energia elétrica;
• Processamento de qualquer tipo de resíduo;
• Funcionamento automático;
• Altamente segura;
• Estado da arte em tecnologia.

Além de todos estes benefícios oferecidos somente pela Vorax, ainda garantimos uma redução entre 10% e 30% dos custos destinados ao tratamento dos resíduos da empresa

Apenas o equipamento. Custos com sistema de alimentação e coleta serão orçados separadamente, porque dependem exclusivamente do resíduo a ser tratado.

Apenas um operador por turno, com nível técnico de qualquer área ou ensino médio é suficiente para o processo, sendo que, após a partida, o restante se dá de forma automática, a não ser que o processo de carregamento/introdução de resíduos necessite de acompanhamento.

Após o período de garantia, toda manutenção da máquina ficará a cargo, exclusivamente, de pessoal altamente especializado da Solum Ambiental e ela será feita no local de instalação e operação da máquina. Os custos de manutenção são variáveis de acordo com a capacidade da máquina, sendo que as peças a serem repostas serão orçadas a parte, logo depois de completado um ano de contrato.

É interessante agendarmos uma visita para que possam conhecer a máquina em funcionamento. Nessa visita, contaremos com a presença dos técnicos responsáveis pela Solum Ambiental que poderão esclarecer quaisquer dúvidas sobre o processo de tratamento de resíduos.

Tanto para a parte tecnológica da máquina quanto para parte técnica, teremos uma equipe especializada da Solum Ambiental para prover as devidas manutenções pré-definidas. Para casos fora do cronograma, teremos dois canais para abertura de chamados destinados à correção de problemas: website e 0800.

O programa de capacitação é simples. 8 horas de treinamento são suficientes para que todos os operadores e responsáveis estejam aptos a operar a máquina e identificar seus problemas para abertura de chamados. O treinamento é realizado na prática ao lado da máquina instalada. Os temas abordados são:

• Funcionamento da máquina;
• Leitura dos comandos;
• Controle;
• Segurança;
• Alimentação dos resíduos;
• Processo de saída dos resíduos;
• Identificação dos principais problemas técnicos;
• Resolução de problemas de baixa complexidade;
• Abertura de chamados;

• Vorax – UTR DuoTherm 2000: Piso sanitário nivelado, teto mínimo de 3,5m, área mínima de 65 m²

• Vorax – UTR DuoTherm 4000: Piso sanitário nivelado, teto mínimo de 4,0m, área mínima de 75 m²

• Vorax – UTR DuoTherm 10000: Piso sanitário nivelado, teto mínimo de 4,5m, área mínima de 150 m

A máquina terá garantia de 1 ano com todas as manutenções e peças incluídas. Nos anos seguintes, as manutenções estão inclusas, porém as peças serão orçadas a parte. Se realizadas as trocas conforme cronograma, a vida útil da máquina pode se estender indefinidamente. Todas as peças e acessórios poderão ser trocadas.

Existirá seguro contra pane elétrica e incêndio.

A troca das peças será realizada durante as manutenções vigentes ou através da abertura de chamados, via website ou 0800. Lembrando que a máquina tem garantia de 1 ano a partir da instalação e as peças estão inclusas. A partir do 2º ano, as peças necessárias para reposição serão orçadas a parte e trocadas mediante aprovação do cliente.

Não existe a possibilidade de redução de entrega. Para todas as máquinas, o prazo mínimo é de 120 a 180 dias na fase inicial.

Existem 3 modelos de máquina: 2 toneladas por dia, 4 toneladas por dia e 10 toneladas por dia e, caso necessário, poderão ser desenvolvidas máquinas com capacidades maiores, o que depende da demanda de resíduos diários.

O cliente é responsável pelas instalações físicas, local adequado para implantação, piso nivelado e tomada trifásica de alta tensão. A Solum Ambiental fará a instalação da máquina no local indicado pelo cliente.

A Solum Ambiental dará todo o suporte necessário, tanto na parte técnica quanto na parte de gestão de resíduos sólidos através de consultorias contratadas a parte. Caso o cliente identifique que é necessária uma consultoria para a estruturação de processos de gerenciamento de resíduos sólidos, estaremos aptos a atendê-lo.

Sim. Há uma máquina de 2 ton/dia em funcionamento para demonstração e testes dos órgãos de controle ambiental (CETESB, em São Paulo). Já foi visitada por aproximadamente 120 pessoas de 40 empresas. Na atual fase, estamos testando os resíduos destas empresas para emissão de laudos técnicos comprobatórios dos resultados apregoados.

A máquina poderá ser financiada através do BNDES e outros bancos.

As principais diferenças entre as tecnologias são:

Item Duo Therm Incineração
Tecnologia Estado da Arte Ultrapassada
Funcionamento Automático Manual
Processamento Qualquer material Limitado
Tamanho Pequeno Grande
Transporte Fácil Difícil
Instalação Simples Complexa
Risco de operação Nulo Elevado
Ruído Baixo Médio
Custo de implantação Baixo Alto
Custo de operação Baixo Médio
Custo de manutenção Baixo Alto
Inicialização do processo Rápida Lenta
Consumo de energia Baixo Baixo
Redução em massa  10:01 02:01
Redução em volume 100 a 250:1 05:01
Formação de gases Baixa Alta
Carcinogênicos Nulo Alto
Poluentes líquidos Nulo Alto
Resíduos sólidos Inertes Poluentes
Produção de brita Sim Não
Subprodutos nobres Sim Não
Cogeração de energia Sim Sim

 

Temos ainda:

Item Duo Therm Incineração
Rendimento energético

Alto rendimento.
Não utiliza ar no processo.
Temperatura elevada.

Baixo rendimento, excesso de ar e temperatura baixa.
Cinzas, dioxinas e furanos Não produz alta temperatura da 2ª fonte. Rompe as moléculas. Produz componentes altamente cancerígenos.
Formação de gases Baixa formação.
Não processa o lixo na presença de ar.
Alta formação, muito ar e água para controle de temperatura.
Parcela inorgânica Inerte com materiais pesados retidos na matriz cerâmica. Poluente e com materiais pesados expostos ao meio ambiente.
Iniciação do processo Liga e desliga em 4 minutos sem qualquer dano. Lenta, com risco de rompimento do refratário.