Entendendo o processo

A Vorax - UTR DuoTherm é capaz de processar resíduos sólidos de qualquer classe, baseada em tecnologia inovadora que gera um gradiente térmico produzido por duas fontes térmicas. Trata-se de um processo de destilação seca que consiste no aquecimento do lixo, resultando em três frações de diferentes estados físicos:

O equipamento é compacto e destrói por completo o lixo, de forma eficaz e segura, sem a necessidade de combustível suplementar ou de um equipamento auxiliar. No interior do reator, há duas fontes térmicas, a primeira a 900 °C e a segunda a 1600 °C, formando um gradiente térmico e liquefazendo por completo inclusive materiais como os férreos ou inertes (areia).

O equipamento é inovador por apresentar um processo de tratamento do resíduo sólido que utiliza o combustível do próprio lixo e o desintegra no seu todo, destruindo por completo materiais infecciosos, patológicos e organoclorados e tendo como subproduto sólido uma matriz cerâmica (não produz cinzas) e inerte com aplicação comercial.

Os gases formados no processo não possuem dioxinas ou furanos e são de baixo volume. Não há formação de cinzas no subproduto sólido, pois advém da desintegração do material a altas temperaturas e não de processos de combustão ou gaseificação convencionais.

Esse processo propicia extrema redução da quantidade de gases exaustos quando comparados a processos convencionais, além de não permitir a formação de dioxinas ou furanos, tendo em vista a falta de oxigênio e a alta temperatura. Os gases formados no interior do reator são sugados e resfriados bruscamente (quench) para, então, serem tratados e neutralizados em um lavador alcalino. Filtros de última geração a base de carvão ativado, alumina ativada, permanganato de potássio e zeólita asseguram que os níveis de emissões atendam às normas ambientais.

Para a sua operação, a Vorax - UTR DuoTherm requer apenas uma tomada industrial de 220V ou 380V. O equipamento pode ser operado de forma contínua ou intermitente, conforme a necessidade do usuário. Seu consumo de energia é baixo e puramente elétrico - uma unidade de 2000 kg/dia consome o equivalente a 5 chuveiros elétricos (40 kW/hora), variando conforme a categoria do lixo.

A Vorax - UTR DuoTherm pode ser usada em ambiente plano de, no mínimo, 4m de altura. O reator para lixo hospitalar (indústria, navios, portos, aeroportos etc.) requer treinamento mínimo e contém o estado da arte da tecnologia no tratamento dos resíduos sólidos. Seu controle é automático, desde a partida até o desligamento do seu ciclo.

 

Benefícios

Outros procedimentos aplicados em menor escala como os de autoclavagem e de destruição por radiação (inclusive provenientes de fontes de micro-ondas), por não reduzirem o volume do material descartável, não são considerados apropriados à destinação final dos resíduos.

Esse processo difere dos anteriormente citados, principalmente pelas seguintes características:

  • Não processa o lixo na presença excessiva do ar, reduzindo consideravelmente a produção de poluentes a serem tratados.
  • Não produz moléculas cancerígenas que necessitam de muito oxigênio para serem formadas. Os gases a serem tratados, que existem em pequena quantidade, sofrem um enorme choque térmico, impedindo que moléculas nocivas voltem a existir no meio ambiente.
  • Não há formação de cinzas, subproduto tóxico sempre presente nos processos convencionais. A fusão dos resíduos particulados (tipo cinza) em matrizes férreas e cerâmicas inibe a formação de cinzas e elimina a necessidade de se utilizar outras metodologias de descarte.
  • O processo é totalmente automatizado, o que torna a operação do equipamento extremamente simples.
  • A Vorax - UTR DuoTherm consegue dar destinação final aos resíduos de qualquer origem, incluindo os hospitalares, pois o processo faz com que todos os tipos de materiais apresentem praticamente o mesmo comportamento: desintegram-se e, em seguida, tornam-se líquidos para finalmente solidificarem-se, formando material completamente inerte e atóxico.